Novo parque entre Sapopemba e São Mateus, vai beneficiar diretamente 300 mil pessoas

19/01/2010

Batizado Parque da Integração Zilda Arns, o projetofoi criado por alunos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Escola da Cidade.

>
Novo parque entre Sapopemba e São Mateus, vai beneficiar diretamente 300 mil pessoas
Parque é um dos maiores parques lineares do mundo, com 77 km de extensão

Inaugurado no último sábado, o Parque da Integração Zilda Arns fica sobre uma área linear onde estão aterradas as tubulações da adutora Rio Claro, da Sabesp, que abastece 1,4 milhão de pessoas e tem 77 quilômetros de extensão. Localizado na Zone Leste da cidade, foi planejado com o objetivo de preservar as faixas da adutora e garantir à comunidade dos bairros de Vila Prudente, Sapopemba e São Mateus mais conforto e segurança.

O parque disponibilizará espaços interativos de esporte, lazer e cultura e vai facilitar o deslocamento entre os bairros contemplados e os do entorno, além da formação de área verde - item carente na região.

Mais de 300 mil pessoas serão diretamente beneficiadas. É o quarto maior parque linear do mundo, com 7,5 quilômetros de extensão, atrás apenas do Várzeas do Tietê - projeto do Governo de São Paulo, que prevê a construção de um parque linear de 75 km entre São Paulo e Salesópolis -, Caminho Verde do Rio Platte (Denver, Estados Unidos), com 16 quilômetros, e o da Bacia Hidrográfica do Rio Don (Toronto, Canadá), com oito quilômetros.

O Parque da Integração Zilda Arns é também o décimo maior da cidade de São Paulo, com 224 mil m² de área. O projeto é fruto de uma parceria entre a Sabesp e a Prefeitura de São Paulo. No total, R$ 22 milhões foram investidos.

"Batizamos esse parque com o nome da Zilda Arns, uma grande médica, uma militante cristã, que fez mais do que ninguém pelas crianças do nosso País através da Pastoral da Criança. Portanto, é uma homenagem a alguém que ligou sua vida à vida da criança no nosso país e a gente sabe também que esse parque será desfrutado sobretudo pelas crianças", disse o governador José Serra na inauguração.

O empreendimento traz pista para pedestres, ciclovia, equipamentos esportivos e de lazer para diversas faixas etárias, bicicletários, sanitários, quadras poliesportivas, canchas de bocha e malha, mesas para jogos de dama e xadrez, parquinhos para crianças, campos de futebol, pista para skate, postos para uso da Polícia Militar, praças e arenas para eventos. O parque é totalmente aberto, sem grades, e possui viveiro de mudas.


Histórico do Projeto

A ideia da implantação do parque linear era uma antiga reivindicação das comunidades locais ao governo estadual, que inclusive participaram da idealização do projeto por meio de oficinas e pesquisas, debatendo o conceito do parque e escolhendo os equipamentos que seriam implantados nas áreas de lazer. A concepção do parque linear ficou a cargo da Escola da Cidade - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo.


Comente via asboasnovas.com
Comente via Facebook